Modo de Produção Integrado

Homologado pela DRAP

Duração: 50 horas

Área: Agricultura

E-learning

268 €

Condições especiais para empresas e ex‑formandos

Datas previstas:

11/04/2023

Ref.: MPI / UFCD: 6289

Ou ligue

261 856 919

Custo de chamada para a rede fixa nacional

935 108 235

Custo de chamada para a rede móvel nacional

Aprenda os fundamentos do Modo de Produção Integrado com este curso abrangente! Será capaz de identificar os objetivos e princípios do Modo de Produção Integrado e da Protecção Integrada. Bem como de compreender o quadro específico e a legislação de regulamentação da utilização sustentável dos produtos fitofarmacêuticos.

Este curso também aborda os componentes e técnicas do Modo de Produção Integrado, incluindo como interpretar os registos do caderno de campo.

Esta formação é homologada pela DRAP. Implemente os princípios do Modo de Produção Integrado (MPI). Inscreva-se agora e eleve as suas capacidades agrícolas ao próximo nível!

Público-alvo

Vocacionado para quem tenha interesse em formas mais avançadas de produção agrícola, em especial beneficiários de apoios a Jovens Agricultores no âmbito do PDR2020, para os quais é essencial formação agrícola adequada.

Requisitos mínimos

Agricultores, produtores, operadores e trabalhadores da área agrícola.

Perfil de saída

UFCD 6289 nível 2, após conclusão dos módulos do referencial.

Objetivo geral

  • Identificar os objetivos e princípios da Proteção Integrada (PI) e do modo de Produção Integrado (MPI) – componente vegetal e animal.
  • Identificar a legislação específica de enquadramento e regulamentação da PI e do MPI.
    • as normas de utilização sustentável de produtos fitofarmacêuticos (PF).
  • Reconhecer as componentes de PI.
  • Reconhecer as técnicas de MPI e as operações de produção para componente vegetal e animal.
  • Interpretar os registos de um caderno de campo com vista à tomada e decisão.

Programa

  • Proteção Integrada (PI) e modo de produção integrado (MPI)
    • Evolução da proteção das plantas
    • Definição, objetivos e princípios de PI
    • Definição, objetivos e princípios de MPI – componente vegetal e animal
    • Prática de PI e MPI em Portugal – componente vegetal e animal
  • Legislação específica
    • Enquadramento legal da PI e de MPI
    • Caderno de campo e outros registos em MPI
    • Plano de exploração
    • Controlo e certificação
  • Aplicação de produtos fitofarmacêuticos (PF)
    • Enquadramento legal relativo aos PF
    • PF – definição, classificação, toxicidade e ecotoxicidade, produtos autorizados em PI
    • Máquinas de aplicação – tipos, características e seleção
    • Equipamento de proteção individual
    • Técnicas de aplicação de PF
    • Cálculo da quantidade de produto a aplicar
    • Redução dos riscos para o consumidor, para o ambiente, para as espécies e os organismos não visados e para o aplicador, na aplicação, manuseamento e armazenamento de PF
  • Proteção Integrada
    • Meios de luta disponíveis – luta cultural, biológica, genética, biotécnica e química (inseticidas, acaricidas, fungicidas e outros)
    • Fauna auxiliar – Bioecologia dos grupos mais importantes, Métodos de quantificação e utilização de auxiliares; Efeitos secundários dos PF; Medidas de fomento da biodiversidade
    • Registos no Caderno de Campo em PI
  • Técnicas de MPI da componente vegetal
    • Plano de exploração – diagnóstico e estratégia de produção
    • Conservação do solo – trabalho mecânico, processo de mobilização, épocas, drenagem
    • Conservação da fertilidade do solo, ciclo de nutrientes e nutrição das culturas
    • Conservação da água – dinâmica da água no solo, necessidades em água, métodos de rega, qualidade da água
    • Colheita de amostras para análise – terra, plantas, água de rega, efluentes da pecuária, outros corretivos orgânicos e lamas de depuração
    • Estratégia de fertilização – fertilizantes e quantidades a aplicar, época e forma de aplicação
    • Rotações, sucessões, afolhamentos e seleção de culturas
    • Sementeira – época, seleção de variedades, preparação da semente, preparação da cama, densidade, profundidade e compasso
    • Proteção integrada
      • Inimigos das culturas – pragas doenças e infestantes
      • Estimativa de risco (ER) e níveis económicos de ataque (NEA)
      • Meios de luta a utilizar diretos e indiretos
      • Luta química – PF permitidos em PI (critérios adotados na seleção de PF e substâncias ativas e respetivos produtos comerciais permitidos).
      • Efeitos secundários das substâncias ativas e dos respetivos PF
      • Guia de proteção integrada das culturas
      • Máquinas de aplicação de PF – Inspeção e calibração
      • Operações de proteção das culturas – culturais, biológicas, biotécnicas e químicas.
  • Técnicas de MPI da componente animal
    • Maneio alimentar e dos animais
    • Maneio reprodutivo
    • Maneio higio-sanitário
    • Maneio produtivo
    • Proteção e bem-estar animal
    • Gestão de efluentes pecuários
  • Colheita, armazenamento e conservação de produtos de origem vegetal
    • Determinação da época e do momento de colheita
    • Máquinas e operações de colheita
  • Controlo e certificação de produtos de origem vegetal e animal
    • Controlo e certificação de produtos
    • Produção de qualidade e segurança alimentar
  • Caderno de campo
    • Interpretação dos registos – tomada de decisão
  • Boas práticas de segurança, higiene e saúde no trabalho

Modalidade de formação

Formação Modular/EFA.